Sinta-se Em Casa

Entre. Puxe a cadeira. Estique as pernas. Tome um café, e vamos dialogar com a alma.



domingo, 6 de março de 2016

Qual é a sua busca?

Qual é a sua busca? Você sabe o que procura? Ou você procura por alguém?

Havia um homem que pensava precisar apenas de uma cura. Quando digo "apenas" não me refiro ao agudo sofrimento por intermináveis anos, nem substimo a realidade dolorosa de ser um desacompanhado solitário. Essa história contada por João (5.1-15) destaca que ele não tinha ninguém que pudesse lhe estender uma mão solidária. Poderia ser diferente? Cada um procurava o seu próprio interesse.

Mas, o tanque de Betesda não era uma manifestação da graça curadora de Deus? Sim. Quem era curado ali desfrutava da graça que cura sem da mesma graça que salva. Ali acontecia um mover de Deus que curava. Eles eram agraciados com o mover das águas, pelo anjo. Eles recebiam a graça mais imediata, mas não podiam encontrar Jesus.

Jesus estava ali e viu quem nada recebia. Viu quem pensava precisar de um tanque milagroso. Viu quem precisava de atenção, de relacionamento. Viu quem precisava dEle mesmo.

Quantos cultos e Igrejas não passam de tanques milagrosos, onde o Anjo move as águas, e acontece muita graça curadora, mas Jesus quer mais, Ele chama a um relacionamento...