Sinta-se Em Casa

Entre. Puxe a cadeira. Estique as pernas. Tome um café, e vamos dialogar com a alma.



quinta-feira, 15 de janeiro de 2015

"Eu a amei com amor eterno; com amor leal a atrai..."

"Eu a amei com amor eterno; com amor leal a atrai..." Alguém poderia pensar que eu estou escrevendo pra minha amada esposa. Seria bonito, mas o caminho dessa reflexão não é o amor romântico de homem, pois somos limitados e condicionais um tanto de vezes. 

Só consegue amar na plenitude do amor aqueles que desfrutam do amor do Pai, pois o Seu amor é leal. Ele ama com amor incondicional, o seu amor é leal. 

O amor do Pai é um amor leal não apenas porque Ele prometeu amar o Seu povo. Ele ama com amor leal porque por definição Ele é amor (1 Jo. 4:8). O amor é o perfil dEle. 

Aquela frase: "Eu a amei com amor eterno; com amor leal a atrai..." está no livro do profeta Jeremias (31:3b). Onde Israel estava, qual a sua condição? 

"...O povo que escapou da morte achou favor no deserto." (Jr. 31:2b)

Esse amor leal que atrai e cuida acontece no deserto também. O problema é que mentes curtas demais e espíritos empobrecidos apenas compreendem o amor de Deus na fartura, no acerto, na realização, na aprovação, no sorriso e na saúde.

Deus é bom em todo o tempo. E precisamos confiar em Seu amor leal. O Seu amor é leal - ele não muda. 

segunda-feira, 12 de janeiro de 2015

Copo meio cheio...

"Meu carro quebrou, mas poderia ter sido pior se..."; "Fui assaltado, mas poderia ter sido pior se..."; "Estou desempregado, mas o tempo em que passei nesse trabalho foi muito bom."; "Estou fazendo um tratamento sério, mas seria muito pior se...". Essa é a postura daqueles que tem um coração agradecido. Eles sempre vêem o copo meio cheio.

O copo sempre estará meio vazio para um coração amargurado, triste, cinza. Esse coração pertence aqueles que nunca estão satisfeitos e nunca poderão estar, pois eles se posicionam assim: "Puxa se meu carro fosse aquele..."; "Se eu não tivesse ficado doente."; "Se eu não tivesse passado por isso..."; "Por que isso tem que acontecer comigo?"; "Pena que eu não tenho a mesma sorte..."; "Acho que Deus não se importa mesmo comigo!"; "Droga! Justo agora?".

O que é difícil não é a vida necessariamente, mas sim o entendimento que temos a respeito dela. O mesmo limão serve para eu passar a língua e fazer careta, ou desfrutar de uma refrescante limonada. 

Se você quiser o mesmo copo que para outros está meio vazio, para você pode estar meio cheio.

"Alegrai-vos sempre no Senhor; outra vez digo, alegrai-vos." (Fp. 4:4)