Sinta-se Em Casa

Entre. Puxe a cadeira. Estique as pernas. Tome um café, e vamos dialogar com a alma.



sexta-feira, 5 de julho de 2013

Viúva de Marido Vivo?

Conheço algumas viúvas de maridos vivos. É triste ter um homem e não tê-lo ao mesmo tempo. 

Não estou a me referir a algum homem incapacitado por circunstâncias de saúde. Esses precisam ser cuidados e por mais que a luta de suas esposas seja intensa e difícil, há o consolo de que se houvesse saúde as coisas poderiam ser diferentes.


Pior ainda é quando há saúde, mas o marido é insensível. Não nota e não fala das coisas virtudes dela. Está presente de corpo, mas não toma atitude na educação dos filhos. É negligente. Deixa tudo pra esposa.


As coisas podem se agravar se for um homem de atitude apenas na cama. Nesse caso a "viúva" se sente ainda mais ferida. Por quê? Porque o vê apenas como egoísta e não como alguém que deseja compartilhar e celebrar o amor.


Mulheres viúvas de maridos vivos costumam ter uma esperança e um consolo. 


O consolo é que ouvem: "Pois o seu Criador é o seu marido, o Senhor dos Exércitos é o seu nome, o Santo de Israel é o seu Redentor..." (Is. 54.5). 


E a esperança? Normalmente é de que o marido morra o quanto antes, ou quem sabe sejam transformados. Esse costuma ser o sentimento.


Homem que lê agora: 


Quais as circunstâncias em que você está "enviuvando" a sua esposa? Seja homem de verdade!


"...maridos, sejam sábios no convívio com suas mulheres e tratem-nas com honra, como parte mais frágil e co-herdeiras do dom da graça da vida, de forma que não sejam interrompidas as suas orações." (1 Pe. 3.7)


“O marido deve cumprir os deveres conjugais para com a sua mulher...” (1 Co. 7.3).


Nenhum comentário:

Postar um comentário