Sinta-se Em Casa

Entre. Puxe a cadeira. Estique as pernas. Tome um café, e vamos dialogar com a alma.



sábado, 30 de junho de 2012

É Tão Fácil Dar Um Clique. Qual Tem Sido o Seu?

Quanto pode custar um clique? Há o bom clique de quem desliga a TV pra dormir, mas há também o clique que nos prende madrugada a dentro, e no outro dia... Você já sabe.

Há o clique para que o mundo dos bons relacionamentos sejam cultivados, mas também há o clique para as conversas torpes e tolas.

Ainda há um outro bom clique: aquele que nos desvenda o saber, porém há aquele que nos "emburrece". O clique das mais ignorantes futilidades.

Outro clique que muitos nos ajuda: o das boas e edificantes reflexões. E infelizmente existe um clique que abre o mundo das orgias, das imoralidades e do flerte burro, desnecessário e diabólico.

Qual tem sido o seu clique? Ele pode revelar o seu coração e "sobretudo que se deve guardar, guarde o seu coração porque dele procedem as saídas da vida". (Pr. 4.23)

Como Entender Deus nas Injustiças?

Que fatalidade foi a morte do Fernando e do León. Até hoje estamos assutados e inconformados. Não conseguimos entender. E aí alguns questionamentos:

Por que um tiro fatal alcançou a cabeça do León a longa distância? Por que o Eraldo, que tomou 10 tiros, ainda está vivo e teve o coração protegido por uma moeda de 5 centavos? Por que o Fernando, dos 8 tiros sofreu, um fatal no coração? Por que o Fernando e o León? Eles eram legais, atenciosos, gente de família... Por quê? Por quê? Por quê?

Não temos respostas. E conviver com esses dilemas e muitos outros é o que nos afirma com homens em toda nossa limitação. Se tivéssemos respostas pra todas essas perguntas não seríamos homens; seríamos deuses. 

Então angustiosamente assumimos que essas fatalidades incompreensíveis destacam a soberania de Deus. Ele sabe de todas as coisas e controla a tudo "porque dele, por ele e para ele são todas as coisas. A ele seja a glória para sempre! Amém." (Rm. 11.36)

Não compreendemos, mas cremos que Ele pode agir a partir daí.

sexta-feira, 29 de junho de 2012

Alimentando as Ovelhas ou Divertindo os Bodes?


"Alimentando as Ovelhas ou Divertindo os Bodes?" Esse foi o título de um artigo escrito por Charles H. Spurgeon. (1834-1892): "Existe um mal entre os que professam pertencer aos arraiais de Cristo, um mal tão grosseiro... O diabo raramente criou algo mais perspicaz do que sugerir à igreja que sua missão consiste em prover entretenimento para as pessoas, tendo em vista ganhá-las para Cristo. A igreja abandonou a pregação ousada, como a dos puritanos; em seguida, ela gradualmente amenizou seu testemunho; depois, passou a aceitar e justificar as frivolidades que estavam em voga no mundo, e no passo seguinte, começou a tolerá-las em suas fronteiras; agora, a igreja as adotou sob o pretexto de ganhar as multidões.

Esse artigo parece ter sido escrito hoje. É o que vemos. Temos que atrair os incrédulos a partir de coisas das quais se agradam. Coisas que não confrontam, mas se amoldam aos padrões desse mundo.

Os bodes é que precisam de atrativos, as ovelhas perdidas necessitam ouvir a voz do bom Pastor. E a voz ecoa, se ouve na própria Palavra, no próprio Evangelho. Puro e simples. Honesto e verdadeiro. Confrontativo. 

quinta-feira, 28 de junho de 2012

As Cobras do Amazonas e "Os Cobras" da Selva de Pedra

Eu vi uma pequena jiboia lá no Amazonas. Ouvi muitas histórias sobre os perigos da Mata. Um irmão me pediu oração porque seu trabalho é cuidar de uma reserva, por revezamento, e então tem que ficar num flutuante durante 15 seguidos. O pior: ouve o perturbador barulho das onças. Quantos perigos!

Cheguei de lá na Segunda-feira e no dia seguinte assassinaram dois colegas os quais estávamos evangelizando. 

Alguns presumem que aqueles homens encapuzados eram policiais. Há indícios, mas não se sabe. O que todo mundo sabe é que se trata de "homens-cobras-venenosas".

Lá no Amazonas as cobras oferecem perigos, nessa selva de pedras aqui "os cobras". 

Qual é a nossa saída? Andar prudentemente, e buscar e depender do cuidado do Senhor. 

Afinal, "o justo viverá pela fé" (Rm. 1.17).


terça-feira, 26 de junho de 2012

Como Ter Certeza De Um Bom Futuro?

Na manhã seguinte ao meu aniversário, o pastor Jessé (pastor dos pastores da Iceb) me ligou para orar comigo e depois disso leu Provérbios cap. 23.17-18.

Esse texto alerta sobre o perigo de termos como referência aqueles que prosperam e não temem ao Senhor. E então mostra qual é o caminho do sucesso:

Temor ao Senhor, o tempo todo.

O que acontece com quem teme ao Senhor o tempo todo no lugar de invejar os pecadores?

Haverá um futuro certo com certeza.

E também a esperança não falhará.

Ah! Que coisa triste, deprimente e traumatizante é não ter a certeza de um futuro e ver a esperança ser adiada e frustrada. Você deseja que com você seja diferente?

Tema ao Senhor, o tempo todo. O tempo todo, tema ao Senhor.


segunda-feira, 25 de junho de 2012

Quanto Custa Um Tambaqui?

O que é um tambaqui? Um peixe que comi nesse sábado na casa do Ricardo Borges (Tefé - AM). Metade assado, metade ensopado. Que carne saborosa!

A partir daí perguntei no estudo bíblico de domingo cedo: "Qual o custo de um tambaqui, matrinchã, pirarucu, piratipinga...?" Peixes da região. Então eles falaram e compartilharam as suas vidas. Para o Ricardo e o irmão Jair custou R$ 80,00. Para o dono do comércio talvez uns R$ 40,00. Para o pescador custou sol, horas, suor, luta etc.

Daí veio a ponte. A vida com Deus. A boa vida no lar. O conhecimento bíblico. A salvação de vidas. A amizade dos filhos, a formação deles. Quanto custa?

Horas de investimento. Horas de sol, chuva, noites em claro, busca incessante.

Precisamos entender: ou "pagamos" o custo do sucesso ou seremos mediocres, frustrados, ignorantes, carnais, solitários e tristes.

Manaus

sábado, 23 de junho de 2012

CASAMENTO: Um Grande Mistério e Ministério


Os mistérios foram feitos para serem desvendados e os ministérios para serem celebrados.
Desvendar enigmas não é tarefa simples, nem honrar ministérios.

Paulo aos Efésios (cap. 5.22-33) fala sobre o casamento. Argumenta o tempo todo de como o casal deve se tratar. De repente ele fala que é um mistério e que se refere a Cristo e a Igreja. Como assim?

O que Cristo fez pela Igreja deve ser visualizado nas ações do marido pela esposa. E a esposa um modelo para figurar as ações da Igreja. A coisa é sinestésica.

O relacionamento entre o Pai e o Filho também não são visualizados na unidade do Corpo (Jo. 17)?

É assim: servir a esposa nos treina a amar a Deus e respeitar o marido é um discipulado para se temer a Deus. E o marido que desenvolver seu amor por Deus amará sua esposa sacrificialmente, e a esposa que teme ao Senhor será capaz de respeitar o marido.

Vamos desvendar esse mistério e honrar esse ministério?

De Tefé – AM.

Qual o Segredo da Liberdade?


Vi uma resposta a essa pergunta no aeroporto de Manaus. O nome desse aeroporto é Eduardo Gomes. Eduardo Gomes era um Comandante da Aeronáutica, pioneiro dos Correios Aéreos, falecido em 1981.

Sabe o que disse e defendia como um homem forte das Forças Armadas?

“O preço da liberdade é a eterna vigilância”.

E não é assim a nossa vida espiritual? O segredo de não pecarmos é além da oração. É a vigilância também. Não o que Jesus disse? “Vigiai e orai”.

Ganhamos a nossa liberdade em Cristo e precisamos mantê-la com vigilância, sempre.

De Tefé – AM.

quarta-feira, 20 de junho de 2012

Deus Não Gosta de Mofos

A nossa leitura doméstica na noite passada foi em Levíticos cap. 14, que aborda os testes sacerdotais para a purificação da lepra.

Curiosamente o texto bíblico fala sobre observar manchas esverdinhadas e brancas. Essa “palmeirisse” deveria ser bem observada e combatida com raspagem e reboco, diz o Texto. E então depois de alguns dias a verificação se a praga continuava.

Lembrei-me da minha laje. Está empoçando água e manchando a parede. Precisarei ser bíblico. Combater o represamento e tirar as manchas. Se continuar...  É lepra? Não.

O que chamou atenção de minha esposa e mereceu o seu destaque às crianças foi o cuidado de Deus para com a nossa casa e saúde. Mesmo que não haja lepra, o mofo é altamente nocivo.

Deus se agrada que cuidemos de nossas casas. Você tem priorizado esse cuidado, com sabedoria?

terça-feira, 19 de junho de 2012

Vamos Parar de Idiotices Pueris Contra as Nossas Crianças

Uma das maiores idiotices é fazer chantagem emocional com as crianças. Aliás, com qualquer um.

"Se você não fizer isso o “papai do céu” não vai gostar".

"Usa essa roupa que o “papai do céu” gosta muito".

"Se você não comer tudo vai tomar uma injeção de feijão".

"Não fala bobeira senão um bichão vem comer sua língua".

Importante: precisamos respeitar a opinião delas ou criaremos robôs, e quando a opinião   das crianças for pecaminosa devemos orientá-las e colocar limites.

Também devemos tratar as crianças com clareza. Qual é a verdade? O problema é que aquele velho “papai do céu” normalmente é o “papai ou mamãe mais terra do que tudo. A injeção de feijão é o horripilante bicho-papão. O argumento do bichão para refrear a língua é uma bobeira maior ainda.

O que fazer então?

Vamos valorizar o “fantástico mundo de Bob” delas. A imaginação delas não pode ser interrompida, questionada e inibida por “adulticis idiotas ou idiotices adultas”. Quando meu sobrinho Gabriel orou pedindo a Deus que fizesse de sua avó doente uma vovó turbinada – porque se lembrava de seus carrinhos poderosos – achei maravilhoso.

E nós que não vivemos nesse "fantástico mundo de Bob"? Precisamos ser mais claros, mais categóricos, mais específicos, mais compreensivos, com um olhar mais meigo, mais infantil.

sábado, 16 de junho de 2012

Chegar a Tefé Precisa de Fé

O homem não foi feito para voar, mas copiou asas e ganhou o céu no "grande pássaro". Também não foi feito para a água, no entanto, além da habilidade de nadar, resolveu mergulhar em águas profundas e "correr" sobre elas. Outra coisa que não devia é se meter entre os animais selvagens, pois Deus já fez os domésticos.

Pensei nessas coisas porque farei uma visita relâmpado para o Ricardo lá em Tefé. Depois de chegar em Manaus outra decolagem até Tefé. Já estou me imaginando sobre a floresta e as muitas águas. Que o Senhor me guarde. Essas "aventuras" definitivamente não me atraem.

Entretanto, cantei um dia: "A minha vida eu entrego a Deus, pois o Seu Filho entregou por mim. Não importante onde vou. Seguirei meu Senhor. Sobre Terra ou Mar... Onde Deus Mandar, Irei." 

Eu não sabia o que estava cantando naquela noite de formatura da turma 93-94 de Teologia do IBB. Não sabia, mas queria. Hoje sei e continuo querendo, mas com um diferencial: sem romantismo e ingenuidade, entendendo o tamanho e as implicações reais da renúncia por Cristo.



sexta-feira, 15 de junho de 2012

Fobias Temores Medos da Silva Neto e Muitas “Fátimas"


Fátima Bernardes (ex-apresentadora do Jornal Nacional) tem fobia de avião.  Em páginas amarelas de Veja ela disse que não anda junto com o marido no mesmo vôo, mesmo indo para o mesmo lugar, porque não quer deixar seus filhos órfãos de pai e mãe ao mesmo tempo.

Fobia faz acelerar o coração tanto que os nervos estremecem, dá uma sensação de descontrole. E as fobias são muitas: de ambiente fechado, de determinados insetos, de morto, de altura, de barco... Elas são inumeráveis.

Os temores também são muitos. Gera uma insegurança quando se pensa numa cirurgia, na crise mundial, na moeda, na própria morte ou simplesmente em possíveis fatalidades.

E os nossos medos? Medo de tanta coisa. Já começamos a vida com alguns medos. Medo de certas “caras e bocas” quando o bebê chora como se tivesse visto bicho (e às vezes vê mesmo).  Medo de escuro. Medos que vão se amadurecendo e se “amonstruando” sobre nós e acabam virando temores traumatizantes, que ainda mais cultivados se tornam fobias.

O que fazer? Enfrentamento com as Escrituras:

“O anjo do Senhor é sentinela ao redor daqueles que o temem, e os livra.” (Sl. 34.7)

“Entregue o seu caminho ao Senhor; confie nele, e ele agirá: ele deixará claro como a alvorada que você é justo, e como o sol do meio-dia que você é inocente.” (Sl. 37.5-6)

“Pois assim diz o Alto e Sublime, que vive para sempre, e cujo nome é santo: “Habito num lugar alto e santo, mas habito também com o contrito e humilde de espírito, para dar ânimo ao espírito do humilde e novo alento ao coração do contrito.” (Is. 57.15)

O Teu Abraço É o Meu Consolo


O que é melhor? Ser consolado depois de sofrer ou não precisar sofrer?

Claro que ninguém quer sofrer, mas quando desfrutamos de um abraço gostoso e aconchegante vemos que valeu a pena sofrer.

Desfrutamos consolo para que também possamos consolar (2 Co. 1.4).

O homem piedoso pode ser tirado a fim de que seja poupado do mal (Is. 57.1). Que mal? Males que seriam mais tristes que a própria morte.

E as dores de parto? Depois que se ouve o choro do bebê tão esperado ninguém mais se lembra do sofrimento. Toda vez que se olha para a criança amada dá uma sensação de prazer.

As dores de um atleta também são necessárias como prenúncio da vitória. A vitória é o abraço, o consolo.

E quando perdemos. Nunca perdemos completamente. Sempre há o que ganhar quando tiramos lições de nossas perdas.

Sendo assim, o abraço do consolo é melhor do que não ter chorado: “Bem-aventurados os que choram porque serão consolados.” (Mt. 5.4). “Tudo coopera para o bem daqueles que amam a Deus.” (Rm. 8.28) 

quinta-feira, 14 de junho de 2012

Você Precisa Parar Um Pouco?


Esses dias têm sido extremamente ocupados. A sensação é de exaurir quando não se pode. E ao olhar para frente? O que me espera? Compromissos irremediáveis. O que fazer? Aliás, o que tenho feito para equilibrar tantas ansiedades, tarefas, compromissos, correria mesmo?

Na noite passada resolvi parar. Não foi fácil. Estava sem sono. Já era tarde. Isso porque cumpri alguns deveres na hora do jogo (Santos e Corinthians). Foi então que pensei: “Preciso adiantar algumas coisas”. Não. Não foi isso que fiz.

Fui ler a Bíblia com as crianças. Decidi bater papo com a Mara como se fosse cedo e eu já tivesse feito tudo. Fui dormir. Sabe por quê?

“Será inútil levantar cedo e dormir tarde...” (127.2ª)

Resultado: Hoje cedo já consegui desenrolar alguns novelos. E os outros? Não importa agora. 

Eu posso? Não. Então cada coisa no seu devido tempo. Sei que darei conta de tudo, mas não no meu tempo e do jeito que gostaria.

Deus está no controle e eu sou limitado. Só dá pra eu fazer aquilo que Deus deixa e somente o que eu posso fazer. É obvio. Ninguém consegue fazer o que o tempo e as circunstâncias não permitem.

Então o negócio é descansar no Senhor – trabalhar – descansar. 

segunda-feira, 11 de junho de 2012

Onde Paulo Confronta Pedro?


Paulo narra esse triste e difícil aos Gálatas (2.11-14). Aos Gálatas da Galácia do Sul ou do Norte? Não se sabe ao certo.

Charles Ryrie na Bíblia Anotada defende que esse episódio se aconteceu na Galácia do Sul está dentro do contexto de Atos cap. 11, e se na Galácia do Norte a realidade é de Atos cap. 15.

No entanto, um quadro comparativo pode lançar luz sobre a polêmica:

Em Atos cap. 11 Pedro é questionado, já no cap. 15 ele questiona.

Lá no cap. 11 Pedro se justifica compartilhando uma experiência pessoal enquanto que em Atos cap. 15 ele argumenta com base na doutrina da graça.

A primeira passagem mostra um Pedro incompleto. A segunda um Pedro convicto e que se coloca em posição de liderança.

Sendo assim, o episódio que acontece em Jerusalém e Paulo narra aos Gálatas está mais próximo do cap. 11 de Atos que do que cap. 15. Tire as suas conclusões e opine:

sexta-feira, 8 de junho de 2012

Mentiras Sutis


Um garoto da Igreja completou 13 anos e no face ele já estava fazendo 22 aninhos. Que coisa linda.

O que é isso? É necessário mentir a idade para ter uma página no facebook? Os pais sabem?

O que mais nós pais sabemos? Também sabemos que pirataria é crime. Ainda assim as casas estão cheias de produtos da Galeria Pagé e cheias de DVDs piratas.

O que esses pais têm a ensinar sobre Jo. 8.44-47? O texto fala sobre fazer o que o Diabo deseja, e que ele é pai da mentira. E ainda: que Jesus fala a verdade, e que pertence a Deus ouve o que Deus diz.

Contradições do viver...

Assim acontece com outras ações que nos distanciam daquilo que cremos e pregamos. Que o Senhor nos ajude a ter um senso de justiça e ética mais afinado.

Desculpas aos Pedagogos


Eu também sou um dos tais. Amo a Pedagogia, mas quando vejo os alunos sendo tratados como clientes - os quais sempre tem razão -  questiono a responsabilidade inerente ao homem.

Mesmo que diante do perigo, da fome e certas circunstâncias quando agimos compulsivamente sabemos o que fazemos.

A Pedagogia não destaca o instinto por isso educa. Seria contraditório admitir esses instintos uma vez que se propõe a educar, não a domar.

A Teologia por outro lado, tem autoridade moral e espiritual para admitir que o homem tenha seus instintos. A sua proposta é pedagógica também, mas com uma carga moral que coloca limites e poder espiritual para inibir a força da impulsividade.

Homem, instintos, responsabilidade, educação e poder do Espírito podem viver bem dentro do arraial da Teologia e da vida.

Os Filhos dos Presbíteros (1 Tm. 3.4 e Tt. 1.6)

Os filhos dos presbíteros podem afetar o ministério deles? Eles precisam necessariamente ser crentes e crentes fiéis?


quinta-feira, 7 de junho de 2012

Manhã Com Ave Agourenta?

Todas as manhãs elas estão ali diante dos nossos olhos. Elas, as misericórdias do Senhor se renovando. E para embaralhar a nossa visão aparecem "aves agourentas".

Nessa manhã ao sair, já atrasado, me deparei com uma bagunça quase irreparável de nossa cadela. Ela cavou um buraco fundo e toda a terra se tornou lama lamacenta próximo de nossa porta. A medida em que limpava "aves agourentas" voavam sobre a minha cabeça. 

Elas gralhavam vozes horripilantes: "Hoje o dia começou mal pra você, e ainda você precisa fazer isso e aquilo, e talvez não de certo". Terror mentiroso.

O dia foi maravilhoso. Melhor que podia esperar. 

Cuidado com essas "aves agourentas" que tentam tirar a paz de Cristo em nós, que excede todo entendimento (Fp. 4.6-7).


quarta-feira, 6 de junho de 2012

Um Ou Outro


João Batista foi considerado por Jesus um caniço agitado pelo vento (Mt. 11.7). E Jesus deixou claro que não quebraria outro tipo de caniço, o rachado (Mt. 12.20).

Caniço é uma planta com gomos como se fosse uma cana. Era comum nos rios de Israel.
Que tipo de caniço você lembra?

Agitado pelo vento que não sabemos de onde vem nem para onde vai, marcado pelo guiar do Espírito? (Jo. 3.8)

Ou aquele rachado? Rachado pelas circunstâncias, mas acima de tudo rachado pela crueldade do próprio pecado.

Jesus usa os caniços inteiros, agitados pelo vento, e concerta os caniços rachados. Em que condição você se encontra?

terça-feira, 5 de junho de 2012

Deus Salve A Rainha

Todo o Reino Unido celebrou 60 anos de majestade à rainha Elisabeth II. Que tributo maravilhoso e espetacularmente memorável.

O que isso nos ensina? Honra a quem honra. Exemplo de respeito à autoridade estabelecida.

Em que nos "inveja"? Autoridade íntegra. Há algum escândalo em 60 anos de trono?

Qual a lembrança? Imaginem como será a Parousia (Segunda Vinda do Senhor Jesus).

E a festa acabou com um grande coral: "Deus salve a Rainha".

sexta-feira, 1 de junho de 2012